Você conhece a importância do Web Analytics para o marketing? -– Digital Land

Você conhece a importância do Web Analytics para o marketing?

Você conhece a importância do Web Analytics para o marketing?
"Apróx. 7 min de leitura".

Seja para descobrir alguma preferência do seu público ou entender o comportamento dos prospects na sua landing page, o web analytics é a ferramenta ideal. Afinal, que empresa não deseja entender quem é a persona do negócio, otimizar as campanhas de marketing e aumentar as conversões e o ROI (Retorno Sobre Investimento) — além de melhorar a satisfação e fidelização dos clientes?

Responsável por mensurar dados quantitativos e qualitativos das suas estratégias on-line, o web analytics lhe permite comprovar a eficácia das suas ações e ter bases concretas para uma tomada de decisão.

Quer entender como? Veja neste artigo como funciona essa ferramenta e confira dicas para melhorar a sua análise de dados!

 

Descubra como funciona o web analytics

Apesar de o web analytics estar ligado ao acompanhamento de métricas e dados, o diferencial dessa estratégia é o seu pensamento analítico, que confere uma inteligência competitiva para a sua marca no mercado.

Vejamos, a seguir, 6 passos para você montar essa técnica adequada ao seu monitoramento:

 

Defina os KPIs

Os KPIs (indicadores-chave de performance) são o conjunto de métricas relevantes para a sua estratégia. Para defini-los, você precisa considerar quais são os seus objetivos de marketing — do contrário, corre o risco de analisar métricas de vaidade.

Para uma campanha voltada à gestão da marca, por exemplo, não é fundamental acompanhar sua taxa de conversão.

Além disso, lembre-se de que no marketing digital é possível mensurar praticamente tudo, e em tempo real. Logo, além de determinar os KPIs, estabeleça qual deve ser a periodicidade do monitoramento, para não se perder nessa infinidade de dados ou não saber qual é o momento ideal para as tomadas de decisão.

Uma frequência comum é a mensal, mas isso poderá variar de acordo com o seu objetivo.

 

Planeje o monitoramento das métricas

Um plano de web analytics também precisa de outras informações que criem referências aos dados analisados. Pense bem: de que adianta medir o seu desempenho de marketing se os resultados coletados não apontam o lucro e a eficácia das ações?

Por isso, monte um projeto que aponte metas claras, para que toda a equipe possa se orientar e se motivar.

 

Selecione as ferramentas de mensuração

Existem hoje muitas plataformas, pagas e gratuitas, para montar o seu gerenciamento de marketing. Uma das mais conhecidas é o Google Analytics, mas existem outras, como Kissmetrics e Hotjar. Assim, antes de implementar sua estratégia de web analytics, você deve escolher qual será usada.

Vale dizer, também, que existem duas fontes de análise diferentes:

  • log analysis — mais indicada para análises quantitativas, ela coleta as informações geradas pelo servidor. Ou seja, é como se você estivesse vendo tudo o que acontece dentro do seu site;
  • page tagging — também conhecida como tagueamento, ela acompanha o usuário por meio de cookies ou pixels. Dessa forma, é possível descobrir o comportamento do prospect no seu site de maneira qualitativa.

 

Cheque o uso das ferramentas escolhidas

Assim como ocorre nas diversas estratégias de marketing, para você assegurar o sucesso da sua análise é importante verificar se tudo está atualizado e funcionando perfeitamente, sem erros.

Nessa hora, pode ser que você precise de uma agência que ofereça soluções de web analytics, garantindo a melhor atuação da sua empresa e aproveitando as oportunidades que surgirem. Pense nisso!

 

Tenha modelos analíticos

Mesmo que você defina os KPIs de acordo com suas metas, além da frequência de monitoramento, é relevante criar atalhos para visualizar o desempenho de determinadas campanhas.

Ações direcionadas para a geração de leads, por exemplo, podem ser acompanhadas pelo número de visitantes, pela taxa de captura de novos contatos ou pelas landing pages que geram mais resultado. Seja como for, sempre que você criar uma campanha, defina quais métricas e relatórios servirão para apontar a performance do seu trabalho.

 

Analise dados quantitativos e qualitativos

Apesar de existirem ferramentas para o acompanhamento quantitativo e qualitativo das métricas, isso não significa que você deve observar apenas um dos lados. As duas informações são complementares e contribuem para descobrir:

  • o impacto financeiro do marketing, como o ROI, de acordo com taxas ligadas a quantidade;
  • o alcance das estratégias, como a aceitação dos prospects e clientes, acompanhando métricas qualitativas.

 

Confira dicas para analisar os dados coletados

Se você já montou uma estratégia de web analytics ou está elaborando um plano e quer garantir que o seu trabalho será relevante para comprovar a eficácia do marketing da sua empresa, confira algumas dicas para otimizar essa mensuração:

 

Acompanhando as métricas mais importantes

O web analytics traz dados relevantes que só terão importância quando você transformar essa informação em inteligência. Ou seja, saiba quais são as principais métricas para entender o desempenho das campanhas. Algumas delas são:

  • CAC (custo de aquisição por cliente) valor investido pela empresa para conseguir um novo cliente;
  • LTV (lifetime value, ou gasto médio por consumidor) — define a média que cada cliente gasta com a empresa;
  • visitas e visitantes — descobre quantas visitas únicas e acessos o site obteve;
  • fonte do tráfego — indica por quais canais e estratégias os seus visitantes chegam ao site, como pesquisas em buscadores, redes sociais ou anúncios de links patrocinados;
  • taxa de rejeição — descobre quantas pessoas entram no seu site e saem sem nenhuma ação (como preencher um formulário, ir para outra página ou clicar em um botão);
  • geração de leads — descobre a quantidade de visitantes que entraram no site e, por algum motivo, decidiram compartilhar suas informações com a empresa. Seja para acessar um material rico, como um e-book ou aula gratuita, ou mesmo para receber novidades sobre a empresa;
  • taxa de conversão — apresenta a porcentagem de usuários que fizeram a ação desejada pela campanha. Pode ser uma venda, o cadastro do lead ou o compartilhamento de um determinado artigo.

 

Fortalecendo a equipe para aumentar a segurança nos dados

O acesso às métricas da empresa não é mais uma exclusividade da alta gestão. O ideal é gerenciar os relatórios relevantes para todos os envolvidos e compartilhá-los, de forma clara e transparente, aos seus colaboradores, para que se sintam parte do processo.

Assim, além de comemorar as suas vitórias, eles contribuirão de forma espontânea para alcançar os resultados desejados.

 

Usando o Google Tag Manager

Outra ferramenta gratuita do Google, o Tag Manager organiza e reúne as análises relevantes em um só lugar, o que evita erros em caso de mudanças nas páginas.

Além de contar com um formato inteligente de monitorar dados qualitativos e quantitativos, outro diferencial do Tag Manager é o dashboard de marketing, que facilita o controle e o acompanhamento das métricas.

 

Documentando o monitoramento

Fundamental para entender a relevância das suas ações, a documentação de relatórios serve para consultas posteriores. Isso facilita, e muito, o processo de tomadas de decisão e aproveitamento de oportunidades — afinal, o monitoramento do web analytics é um recurso para promover a melhoria contínua das ações de marketing.

Enfim, viu como o web analytics é importante para comprovar seus resultados de marketing e ainda otimizar campanhas? Então, defina KPIs qualitativos e quantitativos, use modelos analíticos para agilizar a leitura de dados e relatórios e estabeleça as fontes de dados, usando o Google Tag Manager para juntar todas as informações em um único lugar!

Agora, se você gostou dessa estratégia e se interessou em ter um acompanhamento profissional das ações de marketing, entre em contato com a gente! Gostamos muito de conversar sobre soluções para uma presença on-line forte e com resultados efetivos.

Related Posts