Entenda as diferenças entre aplicativos nativos, web e híbridos.– Digital Land

Aplicativos nativos, web, ou híbridos: entenda as diferenças!

Aplicativos nativos, web, ou híbridos: entenda as diferenças!
"Apróx. 6 min de leitura".

Os smartphones são tão parte do nosso dia a dia que hoje são necessários até no ambiente de trabalho. Eles transformaram a maneira como lidamos com a tecnologia, otimizaram nosso tempo e mudaram até nossos hábitos de comunicação e consumo. Tudo isso, em grande parte, é graças aos aplicativos nativos, híbridos ou web, que reinventaram os aparelhos móveis e criaram infinitas possibilidades para esse pequeno dispositivo que cabe em nosso bolso.

Vivemos, definitivamente, uma era de transformação digital e avanços tecnológicos mais rápidos a cada dia. Os aplicativos mobile se tornaram indispensáveis e já são responsáveis por boa parte das nossas interações digitais, sendo alguns deles quase obrigatórios para a comunicação pessoal e profissional, como o Whatsapp e Facebook.

Dá para fazer muita coisa com os apps: comprar, jogar, pagar contas, tirar e editar fotos, gravar pequenos filmes, pedir comida no delivery etc. A lista é incontável e as empresas já perceberam que a procura só aumenta, por isso, quem quer sair à frente já estuda o desenvolvimento dos próprios aplicativos.

No entanto, a maioria das pessoas não sabe que existem 3 modalidades diferentes: os aplicativos nativos, os web e os híbridos. Neste post, você vai conhecer as particularidades de cada um, suas diferenças e as vantagens de investir em um app para o seu negócio. Continue conosco e boa leitura!

 

O que são aplicativos nativos?

São os programas que são criados para uma plataforma específica, capazes de executar e explorar todas as suas funcionalidades. Em resumo, são aqueles criados especificamente para um sistema, seja iOS, Android, Windows Phone etc.

Eles acessam todas as funções do dispositivo em que foram instalados, como câmera, localização, álbum, entre outras. Os apps nativos são programas construídos sob medida para a plataforma a qual se destina, tendo sintonia com todas as particularidades do sistema do smartphone. Eles ficam disponíveis, mediante aprovação, nas lojas oficiais, como App Store e Google Play e são bastante comuns, com uma infinidade de opções, desde jogos até apps para o mundo corporativo.

Algumas das vantagens de optar pelos aplicativos nativos é o acesso às funcionalidades do dispositivo, já que foi desenvolvido pensando num sistema específico. Além disso, a maior parte deles também funciona no modo offline.

Por outro lado, essa modalidade é a que tem os custos mais altos e precisam seguir à risca as políticas da loja na qual estará disponível. Outro ponto de atenção é que, caso queira disponibilizar seu app para mais de uma plataforma, será necessário desenvolver versões específicas para cada uma.

Alguns exemplos de nativos que fazem parte do nosso dia a dia são o WhatsApp, Facebook, Instagram e Google Maps.

 

O que são aplicativos web?

Esses apresentam funcionalidades de aplicativos desktop ou mobile. São, na verdade, uma página na Internet que pode ser acessada com uma URL. Os web apps ganharam força depois das últimas versões do HTML 5 e Java Script, que criaram um ambiente propício ao desenvolvimento de soluções integradas com navegadores e que oferecessem uma boa experiência ao usuário.

Embora seja utilizado diretamente pelo navegador, existe a possibilidade de instalar um atalho para o aplicativo na tela inicial do aparelho. Diferentemente do nativo, ele funciona em todas as plataformas, pode ser acessado de qualquer navegador, não ocupa espaço na memória do aparelho, além de ter um custo consideravelmente menor em relação às outras modalidades.

No entanto, como se tratam de páginas web, não funcionam no modo offline e não ficam visíveis nas lojas. Outra desvantagem é que esses aplicativos não têm acesso às funcionalidades do aparelho, como câmera e GPS, nem às bibliotecas, como contatos ou álbuns.

Sempre que você abre a versão mobile de uma página no seu celular, está utilizando um aplicativo web.

 

O que são aplicativos híbridos?

Os híbridos, como o próprio nome já sugere, reúnem características das duas modalidades anteriores. Eles combinam linguagens de programação e tecnologias para o desenvolvimento de aplicativos web junto com uma parte da linguagem de um app nativo.

Você pode encontrar os apps híbridos também nas lojas e baixá-los para a memória do seu telefone. A diferença deles para os nativos é a possibilidade de serem acessados também pela web, utilizando o navegador de sua preferência. Isso quer dizer que podem ser acessados tanto pelo smartphone quanto pelo seu computador. Isso é possível porque esse tipo de app tem uma linguagem originada na web e, depois, é modelado com codificação nativa.

Uma das grandes vantagens de optar por esse tipo de aplicativo é seu baixo custo, pois parte da sua linguagem vem de web apps. No entanto, a usabilidade é bem próxima do nativo e essa é uma opção em conta de garantir presença em várias lojas.

Um grande exemplo de app híbrido que muitas pessoas utilizam é o Netflix.

 

Por que investir em aplicativos?

Não são apenas as grandes empresas que estão aderindo ao uso de aplicativos. Esse é um recurso que está sendo utilizado por quem deseja ter visibilidade e se manter relevante no mercado. Conquistar novos clientes e fidelizar os que você já tem, pode depender de um aplicativo que ofereça comodidade e praticidade ao usuário.

Lembre-se de que ter presença digital hoje se faz mais do que necessário, afinal é uma forma de ser encontrado pelo seu público, manter um contato mais próximo com ele e fidelizá-lo por meio de conteúdo relevante.

Mas não pode ficar por aí: é preciso acompanhar as inovações tecnológicas, que vão modificando o comportamento do consumidor e saem do lugar comum. Não basta ter só um site institucional ou uma página no Facebook se você quer superar a concorrência e ser visto como uma referência na sua área.

 

Qual a melhor escolha?

É preciso levantar as vantagens e desvantagens que cada um oferece para que você possa cruzar essas informações com as necessidades do seu negócio. Tenha em mente que não existe melhor ou pior: tudo depende do que o seu negócio quer alcançar com isso, sua proposta de valor, o serviço que você quer oferecer etc.

Se você precisa utilizar recursos com SMS, acesso à câmera e funções offline, vale a pena investir nos nativos. Além disso, esse tipo de aplicativo possui mais possibilidade de inovação, pois explora mais os recursos do aparelho e tem uma performance melhor em relação aos outros.

Os híbridos, por sua vez, podem oferecer funcionalidades similares por um custo bem menor, além de poderem ser desenvolvidos para várias plataformas.

Se o que você procura é ampla compatibilidade, vale a pena investir em aplicações web. Por mais que não tenham acesso aos recursos avançados do dispositivo, só precisam de um navegador compatível para rodar sem problemas.

E se você gostou de saber mais sobre aplicativos nativos, híbridos e web, aproveite para conhecer 5 motivos para utilizar conceitos de UX em suas estratégias!

Related Posts

share
× Posso Ajudar?