Internet 5g no Brasil: o que você precisa saber sobre isto? -– Digital Land

Internet 5g no Brasil: o que você precisa saber sobre isto?

Internet 5g no Brasil: o que você precisa saber sobre isto?
"Apróx. 7 min de leitura".

Quem está no mercado sabe: a internet chegou para mudar as relações entre a marca e seu público, por isso é legal acompanhar os assuntos nesse sentido. Afinal, quem imaginaria, 20 anos atrás, um consumidor imediatista, consciente e que busca coerência nas suas relações de consumo? Com a tendência mobile, a internet 5G pode ser um grande marco nessas relações.

Se, no início, as conexões por celular (ou 2G) tinham por objetivo suportar a digitalização de voz, imagine quais são as necessidades atuais? Quem nunca teve a memória do celular completamente cheia, tentou assistir a um vídeo ou abrir um app que travou? Continue lendo este artigo e descubra a importância dessa tecnologia, que tem foco no usuário, mas influencia as estratégias empresariais.

Entenda o que é a internet 5G

Já sabemos que existe um novo comportamento online, principalmente na geração dos Millennials (pessoas que nasceram entre a década de 80 e os anos 2000). Seja pensando em um público que já nasceu conectado ou não, a tecnologia continua evoluindo de acordo com a demanda do mercado.

A internet 5G é a quinta geração tecnológica desenvolvida para atender as conexões realizadas por dispositivos móveis. A ideia é ir de encontro às novas necessidades, além de solucionar alguns problemas que surgem com o tempo de uso. Para o Brasil, que ainda sofre com problemas no 4G, essa realidade pode estar um pouco mais distante.

O importante é entender que, com o 5G, será possível que muitos mais aparelhos se conectem à internet (como geladeira, sensores dentro de casa, carro), sem perder a eficiência do que é oferecido. Algo que pode parecer futurista, mas já está sendo implementado em diversos lugares no mundo.

Confira onde essa tecnologia já funciona

Imagine que hoje já é possível uma geladeira acompanhar todo o estoque de produtos que tem dentro dela, avisando o que está prestes a vencer ou está em falta. Talvez você conheça alguém que tenha uma dessas ou você mesmo conta com essa tecnologia no conforto da sua casa. Acontece que essa é apenas uma das possibilidades da IoT (internet das coisas).

Carros autômatos, robôs que cuidam da casa, sensores para detectar os mais diversos problemas e trabalhar com prevenção. São tantas as novidades que têm surgido no mercado, que certamente era preciso uma internet que possibilitasse o funcionamento eficiente de tudo. Isso sem falar das inteligências por trás das máquinas como IA e Machine Learning.

Nos Estados Unidos, Reino Unido e países da União Europeia, a internet 5G já está em fase de teste. Para a China e para o Japão, a previsão de implementação comercial é para 2020. Entretanto, existem outros locais que também estão nessa corrida e, provavelmente, vão contar com a nova geração de internet em breve:

  • África do Sul;
  • Arábia Saudita;
  • Austrália;
  • Canadá;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Índia;
  • Qatar;
  • países do Golfo.

Descubra as principais diferenças do 5G para os demais

Antes de apresentar os pontos que esse grande marco para a transformação digital propõe trazer, vamos falar um pouco sobre as gerações anteriores.

1G

Mais famoso na década de 80, esse é sinal analógico de telefonia, que permitiu a popularização dos celulares. A tecnologia também ficou conhecida pela sigla do sistema mais popular, o AMPS (Advanced Mobile Phone System, ou sistema avançado de telefonia móvel, em livre tradução).

2G

Uma década depois, por volta de 1990, chegava ao mercado a tecnologia 2G. O principal objetivo foi a substituição do sinal analógico pelo digital. Foi um grande salto que permitiu o uso de aparelhos como as maquininhas de cartão, por exemplo, que costumam utilizar esse sinal até hoje. Entretanto, essa tecnologia não suportava a internet, pois tinha uma taxa de transferência de dados muito baixa.

3G

Mais uma década se passa e, nos anos 2000, vem o lançamento da Banda Larga Móvel (nome que também ficou muito popular para se referir à tecnologia 3G). Essa foi uma revolução em relação à versão anterior, por permitir o acesso à internet por velocidades muito superiores, que variavam entre 144 Kbps e 21 Mbps. Nossa história continua, mas esta é a versão padrão, usada no Brasil.

4G

No ritmo aproximado de dez em dez anos, a implementação do 4G começa a ser pensada ainda no ano de 2008. Com o boom das produções de conteúdo em vídeo, além dos serviços de streaming de vídeos e a popularização dos aplicativos, faltava internet para acompanhar tantas novidades. O novo comportamento online e a necessidade de presença nas redes sociais poderiam ser sanados com o 4G.

Essa nova geração de internet prometeu uma internet até 10 vezes mais rápida do que a anterior, atingindo 100 Mbps e possibilitando que o usuário pudesse assistir a vídeos, ouvir músicas, usar aplicativos e aproveitar os games no seu celular.

5G

Nessa caminhada, nos encontramos mais uma vez na porta em que se inicia um novo ciclo de 10 anos. Chega ao mercado a internet 5G, com muitas promessas e planejada para atender às demandas e possibilitar o uso das tecnologias desenvolvidas até então. Claro, a banda da internet ainda é uma das vantagens observadas. O objetivo é oferecer uma velocidade até 100 vezes mais rápida, chegando aos 10 Gbps.

Além disso, a ideia é aumentar a frequência de alcance, permitindo que muito mais objetos possam se conectar a ela.

Aprenda como funciona a internet 5G

No 5G, assim como nas gerações anteriores, a internet funciona por ondas de rádio. A maior diferença é que houve uma ampliação na faixa de frequência de 20 MHz (do 4G) para 60 GHz. Isso possibilitará uma troca de dados muito maior e, só assim, a era da internet das coisas (em que as máquinas conversam entre si) será possível.

Conheça os principais impactos que essa tecnologia traz

Dentre todas as novidades da internet 5G, podemos destacar:

  • internet com uma velocidade de dados muito maior;
  • economia de energia (um dos desafios na proposta de desenvolvimento dessa tecnologia foi justamente que ela pudesse ser até 90% mais econômica que a internet 4G);
  • maior acessibilidade — capacidade de conectar até 100 aparelhos a mais por área em relação à versão atual;
  • diminuição da latência (tempo que o aparelho gasta para dar resposta após um clique, por exemplo) que cai de 30 ms da rede 4G  para 5 ms no 5G.

Saiba quando é a previsão de chegada do 5G no Brasil

Apesar da tecnologia já existir e alguns smartphones já terem sido lançados para essa nova geração, ainda não é possível desfrutar do 5G no nosso país. Será preciso liberar a instalação da nova estrutura, que conta com novas antenas, que serão acopladas às já existentes. Entretanto, em 2021 possivelmente já começaremos a ver o funcionamento dessa tecnologia em grandes capitais do Brasil.

Como você viu, a internet 5G representa um avanço para o que conhecemos por internet nos dias atuais. Ela permitirá não só uma melhor experiência das pessoas, mas também a conexão de objetos entre si, como um aplicativo em uma despensa que se comunica com o supermercado, criando uma previsão de compras e estoque, por exemplo. No nosso país, ainda precisaremos esperar mais um pouco para conferir a novidade.

Se você gostou desse texto e quer continuar conectado com a gente, recebendo as notícias mais rápidas sobre marketing digital e inovação, nos siga no Facebook e confira ideias e cases sobre estratégias de sucesso!

share
× Posso Ajudar?