Trending topics: como identificá-los e entrar na discussão? -– Digital Land

Trending topics: como identificá-los e entrar na discussão?

Trending topics: como identificá-los e entrar na discussão?
"Apróx. 6 min de leitura".

Nos tempos de mídias sociais tendo um impacto cada vez maior nas decisões dos consumidores, uma estratégia de marketing funcional deve prestar atenção às particularidades dessas comunidades.

Uma delas é o trending topics, que consiste basicamente no conjunto de assuntos mais comentados em uma das redes mais usadas, o Twitter.

Aprender mais sobre isso fornecerá as ferramentas para que sua equipe desenvolva um trabalho de divulgação relevante e sua empresa aumente a presença digital, a fim de conquistar melhores resultados. Por essa razão, não deixe de acompanhar o conteúdo deste post.

O que são trending topics?

Os trending topics (TTs) são os assuntos mais comentados por usuários do Twitter. Geralmente são categorizados por hashtags, marcadores que agrupam mensagens que tratam de um mesmo tema.

A regra geral, para que um tópico entre nesse grupo, é que ele precisa estar em muitos tweets de diferentes pessoas, em um período curto de tempo.

O Twitter é uma rede social muito caracterizada por essa efemeridade: são permitidos apenas um número limitado de caracteres, o que impulsiona os usuários a falar de questões cotidianas e rápidas, como um programa que estão vendo na televisão.

Quando a ideia das tendências surgiu, a página costumava exibir tudo que era mais comentado de forma literal.

No entanto, com o passar do tempo, a empresa começou a ajustar esse recurso e a criar possibilidades de segmentação dos TTs para cada usuário, com base em sua localização, por exemplo.

Os assuntos repetidos também passaram a ser excluídos. Isso era uma forma que a companhia encontrou de impedir que os trending topics sejam sempre os mesmos, comentados sempre pelas mesmas pessoas.

Logo depois, o Twitter também passou a controlar melhor expressões inadequadas, menções preconceituosas e ofensivas, que violam os termos de uso da plataforma.

Viralização

Vale destacar que, por mais que os tópicos em tendência sejam coletados e organizados no Twitter, eles não permanecem somente nessa rede.

É comum, nos tempos de internet, que os assuntos se espalhem por diferentes canais de comunicação, de forma integrada e que a popularidade de um tema em um canal reflita a relevância em outros.

Isso está intimamente relacionado com a viralização de publicações, que consiste na popularização muito rápida de uma forma de conteúdo, que passa a alcançar números cada vez maiores de pessoas, na medida em que os usuários sentem-se engajados para compartilhar.

Com os TTs, é mais fácil descobrir o que está viral na internet, facilitando, assim, o trabalho de organizações e equipes de marketing.

Qual a importância de entrar na discussão?

Philip Kotler, um dos maiores autores de marketing dos nossos tempos, afirmou categoricamente em seu recente livro, Marketing 4.0, que os clientes modernos não se importam muito com formas de publicidade invasivas, generalistas, sem um bom timing, empatia e personalização.

Segundo ele, os usuários da internet valorizam bastante as comunidades na qual estão inseridos, formadas por amigos e familiares, nas quais, eles vão procurar por informação antes de efetuar uma compra.

Para começar a atrair os consumidores 4.0, Kotler assevera que as empresas precisam ingressar nessas comunidades e gerar conversas úteis com eles, buscando transmitir empatia, humanidade e vontade de sanar os reais problemas que eles possam ter.

Por isso, é fundamental acompanhar essas discussões que envolvem os tópicos relevantes das mídias sociais. Eles são uma grande oportunidade para que uma companhia consiga dialogar com as pessoas, criar consciência de marca e desenvolver uma audiência capaz de ouvir, e prestar atenção naquele momento.

Dessa forma, as empresas investem em métodos orgânicos e naturais, como se fossem humanos dispostos a ajudar seus clientes, gerando confiança neles.

No momento que os assuntos estão em alta, o público está interessado em ler, escrever e debater acerca do tema, portanto, se expõem a publicações diversas de diferentes usuários. É um esforço ativo, que parte deles mesmo, ou seja, combina com os hábitos típicos do consumidor digital.

Se sua empresa conseguir entrar na discussão e contribuir com ela, de uma forma personalizada e adaptada às preferências do cliente, pode garantir a atenção dele e o começo de um relacionamento que termine em vendas.

Outro fator importante, é que a exposição da marca aumenta quando ela se envolve em tópicos-tendência. Afinal, as mensagens publicadas serão vistas por muita gente e isso pode ser uma forma efetiva de anunciar, sem ter que arcar com isso e buscar tráfego para os domínios próprios.

Como identificar se vale a pena?

No entanto, nem todas as conversas e interações valem a pena para as empresas. Até porque existe uma grande concorrência por atenção em discussões do tipo, por isso, é preciso saber em quais investir. Veremos alguns pontos relevantes a seguir.

Autoridade

Primeiramente, é importante considerar se a companhia realmente possui autoridade para falar de um assunto.

No marketing de conteúdo, por exemplo, um dos passos mais importantes é o que envolve a procura por tópicos e ideias interessantes, que realmente sejam relevantes para o público-alvo.

Para o acompanhamento de trending topics, a ideia é a mesma. Aproveitar temas que estejam relacionados com os hábitos e preferências do seu consumidor é fundamental, pois, eleva as chances de acerto na estratégia e de resultados bem-sucedidos.

A equipe não necessariamente deve esperar que o seu segmento esteja em pauta, mas precisa saber filtrar em quais assuntos ela poderá contribuir melhor, de maneira mais aprofundada e convincente para atrair as pessoas.

Pode ser um tema associável com o que a sua companhia vende ou algum bom para analogias e comparações, por exemplo.

Timing

O timing é um termo crucial para qualquer abordagem de marketing. É importante saber qual a hora exata em que as ações geram mais engajamento e em, qual momento há maior possibilidade de visualização.

No caso dos trending topics, fica mais fácil identificar o timing, já que eles são naturalmente efêmeros. No entanto, é preciso considerar a hora, o dia, o mês e, até mesmo, a estação em que determinados temas atingem o topo dos mais comentados.

Um exemplo disso, é a constatação de que as mídias sociais são menos movimentadas em fins de semana. Ou que grandes decisões de venda costumam ser realizadas em dias de segunda, como a análise desse artigo sugere.

O momento precisa estar adequado aos hábitos de uso de seus potenciais clientes, senão a abordagem pode ser desnecessária e pouco efetiva.

O timing também deve está relacionado com o contexto temporal que envolve o que é tendência e com o tom a ser utilizado.

Pode não ser ideal, em certos momentos, entrar nas discussões de algumas temáticas mais sensíveis, por exemplo, mesmo que elas satisfaçam a primeira condição que mencionamos, a autoridade.

Quando bem usadas, as estratégias que aproveitam assuntos em alta rendem ótimos resultados para uma organização. Ademais, podem ser combinadas com abordagens de produção de conteúdo, para atender melhor aos clientes e atrair um público novo, com geração de credibilidade e autoridade.

Se você aprendeu como utilizar os trending topics a seu favor, conheça os nossos e-books e adquira mais conhecimento útil para o marketing da sua companhia.

share