5 Boas práticas de e-mail marketing para aumentar a entregabilidade– Digital Land

5 boas práticas de e-mail marketing para aumentar a entregabilidade

5 boas práticas de e-mail marketing para aumentar a entregabilidade
"Apróx. 4 min de leitura".

Colocar em ação algumas boas práticas de e-mail marketing é algo fundamental para que as campanhas de marketing digital de uma empresa tenham sucesso. Isso porque, entre todas as estratégias, ferramentas e táticas de marketing digital, essa é possivelmente a que mais desafia os profissionais da área.

Isso se dá porque cada serviço de e-mail — Gmail, Yahoo, Outlook, entre outros exemplos — possui métodos particulares de lidar com as suas mensagens, traduzidos em uma imensa gama de variáveis.

Todo esse cuidado dos serviços de e-mail mais conhecidos tem um bom motivo: a proliferação de spam, mensagens maliciosas e não-solicitadas. Sabemos que não é o caso das campanhas de e-mail marketing que a sua empresa pretende colocar em prática, mesmo assim, é importante seguir algumas orientações importantes.

 

Boas práticas de e-mail marketing para sua empresa

Assim, para garantir uma boa entregabilidade de suas mensagens, evitando que elas sejam retidas pelos métodos de proteção dos diferentes provedores de e-mail, é importante conhecer boas práticas, tornando-as parte de seus processos.

Confira 5 das mais úteis e eficazes para alcançar seus objetivos:

 

1. Tenha uma lista segmentada e com contatos válidos

A primeira medida recomendada é segmentar a lista de contatos. Isso faz com que o conteúdo de suas campanhas seja melhor aceito pelos receptores, que receberão material específico e pensado para suas necessidades.

Ao mesmo tempo, é importante que os contatos de sua lista sejam e-mails válidos, ou seja, que estejam operantes, funcionais e sempre acessados pelos usuários.

Uma lista “suja” pode fazer com que os servidores de e-mail classifiquem seus e-mails como spam, o que pode condenar suas campanhas ao fracasso.

 

2. Teste sempre antes de enviar

Cada um dos serviços de e-mail mostra as mensagens aos seus usuários por meio de interfaces diferentes. Por isso, para evitar imprevistos, é recomendável testar seus e-mails marketing em cada um dos serviços mais utilizados — como aqueles citados no início do artigo —, inclusive em dispositivos mobile.

Em alguns casos, as ferramentas de administração e disparo de campanhas de e-mail marketing possuem funcionalidades de testes que podem ser bastante útil nesse sentido. Quando os testes forem realizados e tudo estiver dentro dos conformes, é só disparar!

 

3. Evite usar vídeo, Flash ou JavaScript

Via de regra, os provedores de e-mail não permitem (ou não suportam) a visualização de conteúdos em vídeo, Adobe Flash e JavaScript. Portanto, evite, a todo custo, enviar campanhas de e-mail marketing que contenham qualquer uma dessas tecnologias; no lugar delas, prefira imagens de preview (sempre com links).

 

4. Defina bem a quantidade e tamanho de imagens e texto

Imagens muito grandes e pesadas — ou, ainda, a utilização de várias delas ao longo de toda a mensagem — podem fazer com que sua campanha seja classificada como spam. Por isso, use-as com parcimônia: que tal apenas uma, em tamanho pequeno ou médio, que resuma bem sua campanha?

Em paralelo, procure evitar também textos muito longos, pois o usuário prefere mensagens que vão direto ao ponto, sem rodeios. Tenha certeza que a formatação do conteúdo (texto e imagem), está renderizando em telas de dispositivos mobile. Muito cuidado com a ortografia e também com a densidade de palavras-chave: ela também ser um fator de classificação de spam!

 

5. Ligue para confirmar as mensagens para e-mails institucionais

Alguns dos contatos em sua lista podem ser de e-mails institucionais, hospedados em servidores específicos, com filtros e regras de spam desconhecidos.

Nesses casos, é recomendável entrar em contato com o destinatário, preferencialmente com a área técnica (TI), por telefone, para confirmar se estão recebendo os disparos, e caso apresente algum problema, solicite ao técnico para adicionar seu domínio na whitelist no gerenciador de e-mail deles. Neste momento aproveite e dê início a um relacionamento mais duradouro!

Ao aplicar essas boas práticas de e-mail marketing, é bem provável que as suas campanhas alcancem ótimas taxas de entregabilidade, o que sempre se traduz em sucesso das suas estratégias digitais!

Gostou das nossas dicas? Tem muito mais em nosso blog: assine nossa newsletter e receba sempre as melhores!

Related Posts

share
× Posso Ajudar?